Arquivo da categoria: Firebird

Firebird 2.5

firefird_2_5Para todos aqueles que esperavam sair o a versão final do excelente gerenciador de banco de dados Firebird, em sua nova versão 2.5 já podem comemorar! Finalmente a criança nasceu!
Ainda não baixou o seu?! Esta esperando o que rapá!
 
Grande abraço!

Firebird Embedded

firefird_2_5Esses dias precisei mudar um sistema de um cliente que usa Firebird Super Server para embarcado (embedded).
A principio achei que daria muito trabalho, mas quando iniciei a pesquisa descobri que não seria bicho de 7 cabeças!Essa versão do Firebird foi feita para rodar sem necessitar instalar nada na maquina. Ela lembra um pouco a funcionalidade do SQLite de funcionar!
Excelente para mandar com aplicativos de demonstração, roda de pendriver, disquete (ainda existe?) e onde mais você quiser! Funciona maravilhosamente para um cliente, não deixando nada a desejar!
E o melhor de tudo, sua instalação e configuração é muito simples!

Para testar em minha maquina, parei todos os serviços que estavam rodando do firebird, fui até o site da ibPhoenix selecionei a versão V2.1.
Fui direcionado para essa parte:
firebird_1
Vamos supor que sua aplicação esteja no seguinte diretorio: C:\MEU_SISTEMA e que seu banco esteja em C:\MEU_SISTEMA\MEUBANCO.FDB
Extraia os arquivos do zipados do Firebird embedded e você deve ficar com a seguinte estrutura, tirando o seu banco e executável da aplicação:
firebird_2
Vamos começar a fazer a configuração.
Abra o arquivo firebird.conf e localize a seguinte palavra: #RootDirectory e altere para o diretorio onde se encontra sua aplicação (com esses arquivos que você extraiu do firebird é claro!). Não se esqueça de retirar o # para descomentar.
No nosso exemplo ficou como RootDirectory = C:\MEU_SISTEMA
Até ai tudo tranquilo, né?!
Agora vamos configurar nossa conexão.
No meu caso que utilizei o Delphi 7 para criar esse programa, tive que mudar algumas coisas, então vamos aos detalhes: nas versões server do firebird, sempre usei o fbclient.dllpara conexão. Na versão embedded tenho que utilizar o fbembed.dll. Mas caso queira renomear para fbclient.dll fique a vontade! Eu preferi deixar do jeito que esta.
Outro detalhe muito importante, é que na string de conexão, comigo só funcionou colocando o caminho do banco, sem LOCALHOST ou porta:C:\MEU_SISTEMA\MEUBANCO.FDB
Feito isso, deixei usuario/senha padrão mesmo (SYSDBA/masterkey) e tentei conectar!
O primeiro erro que tive, foi que “CHARACTER SET WIN1252 is not definid”. Fiz varias pesquisas mas não consegui achar nada para solucionar, então a unica solução que encontrei foi definir o CHARSET = NONE.
Desta forma a aplicação executou! Agora estou procurando uma forma de utilizar o Charset WIN1252. Assim que conseguir posto aqui!Minha ideia com esse artigo é tirar a impressão de que rodar o firebird embarcado é complicado, que nada! Deu pra ver com é tranquilo né! 😉
Agora você ja pode criar sua aplicação e rodar direto do pendriver, montar agenda, etc!Grande abraço e Muito Obrigado!

Conectando o Firebird com Lazarus

“A ferramenta serve para auxiliar o artista com suas criações”

Existem algumas coisas que sempre ouvimos falar, porém nunca demos atenção! Mas um dia, essa lembrança volta com uma certa pitada de curiosidade! Pronto! É a formula certa para fazer qualquer um arregaçar as mangas e dar a devida atenção!
Isso aconteceu comigo! Sempre ouvi falar sobre o Lazarus (não estou me referindo ao cantor Gospel), diziam que era um programa parecido com o Delphi, só que Free! Humm, free?! Será que alguém conseguiria criar uma ferramenta tão boa quanto o Delphi e além de tudo ser 0800?!
A resposta é: Lazarus! Estamos diante de uma excelente ferramenta, que vem crescendo e evoluindo de uma forma muito rápida! Pode ser utilizado em windows ou Linux, possibilitando assim criar aplicações para os sistemas operacionais mais utilizados comercialmente.
O que me chamou atenção realmente foi poder utilizar os conhecimentos que tenho com o Delphi e programar para ambiente Linux como estou acostumado a fazer para windows.
Estarei mostrando agora como se conectar no banco de dados Firebird utilizando o componente nativo do Lazarus.
Obs: Não estarei explicando como instalar, mas estarei listando alguns links que são muitos explicativos e fáceis. Através deles que configurei tudo em minha maquina! 🙂
Conectando no firebird:

ide_lazarus

  1. Com o lazarus aberto, vamos em File / New… e Selecionar em Application.
  2. Quem já trabalho com Delphi vai sentir uma certa facilidade em lidar com a IDE do Lazarus, e com a forma que ele organiza forms e units.
    Agora, vamos dar um nome ao nosso form principal: Principal

 

ide_lazarus_1

  1. Agora vamos no menu File / Save As… para salvarmos o nosso projeto.
    O primeiro nome é que iremos dar é para o Form: principal.pas
    O segundo nome é para o Projeto: Conexao.lpi
  2. Agora vamos acessar a aba SQLdb e adicionar o componente TIBConnection

 

ide_lazarus_2

Após adicionar esse componente vamos mudar as seguintes propriedades:

  1. Name: IBConexao
  2. UserName: SYSDBA
  3. Password: masterkey
  4. DatabaseName: local onde esta o banco mais nome do banco (no meu caso /home/eek/employee.fdb)
  5. HostName: localhost
  6. Conected: True
  1. Se conseguir colocar o conected = True e não exibir nenhuma mensagem de erro, tudo esta fluindo perfeitamente! 🙂
  2. Agora vamos adicionar um componente chamado TsqlTransaction:
    1. Name: Transacao
    2. DataBase: IBConexao (nosso componente de conexão com o banco)

 

ide_lazarus_3

  1. Vamos agora adicionar o componente TsqlQuery para buscar os dados da tabela.
    1. Name: qryCountry
    2. Transaction: Transacao
    3. SQL: SELECT * FROM COUNTRY
      Clica no botão verde para executar e verificar se retornou algum dado.

ide_lazarus_3

  1. Vamos exibir esses dados num grid, para isso coloque o componente da palhetaData Controls chamado DBGrid.
  2. Na palheta Data Access coloque adicione o TdataSource e altere:
    1. Name: dsCountry
    2. DataSet: qryCountry

 

  1. O DBGrid altere:
    1. DataSource: dsCountry
  1. Agora para finalizar nosso teste, vá no componente qryCountry e defina seu Active = True.
    Se o resultado for, quer dizer que tudo correu bem e que eu consegui explicar sem complicar! Isso é bom! 😛

 

ide_lazarus_5

A ideia básica desse artigo é justamente te mostrar como é simples esse contato inicial com o banco de dados Firebird com o Lazarus.
Estude com calma seus componentes e suas particularidades, assim você estará se familiarizando cada vez mais com a ferramenta.
Fica ai a dica para quem esta afim de conhecer um pouco desse mundo chamado Lazarus. Ele esta crescendo e ganhando corpo, mostrando que tem potencial e capacidade para criar excelentes aplicações.

Grande abraço!