Arquivo da categoria: MySql

Instalando o PHP 7 com Apache 2.4 e MySql no Elementary OS

Esse artigo tem o objetivo de explicar como configurar o PHP 7 + Apache 2.4 e o MySQL no ElementaryOS ou qualquer outra distribuição baseada no Ubuntu.

Antes de tudo:

apt-get update

Vamos instalar o editor gedit:

sudo apt-get install gedit

MySQL:
1: Vamos iniciar a instalação do MySQL

apt-get install mysql-server

2: Digite a sua senha (por favor, digite uma senha realmente). E depois confirme.
3: Vamos conectar e ver se esta tudo ok. No terminal informe o comando abaixo no terminal:

mysql -u root -p

Informe sua senha na próxima linha.

Se não apresentar erro, vamos exibir todas os bancos de dados com o seguinte comando:

show databases;

mysql> show databases;
 +--------------------+
 | Database |
 +--------------------+
 | information_schema |
 | mysql |
 | performance_schema |
 | sys |
 +--------------------+
 4 rows in set (0,02 sec)

4: Vamos criar um banco de teste:

create database teste;

O resultado deve ser algo parecido com: Query OK, 1 row affected (0,00 sec)

5: Para selecionar o banco criado, utilize:

use teste;

O resultado deve ser algo parecido com: Database changed

6: Criando uma tabela:

create table dados(nome varchar(70), descricao varchar(50));

O resultado deve ser algo parecido com: Query OK, 0 rows affected (0,61 sec)

7: Inserindo dados:

insert into dados(nome, descricao) values ("Leonardo", "MySQL");

O Resultado deve ser algo parecido com: Query OK, 1 row affected (0,09 sec)

8: Listando os dados:

select * from dados;
 +----------+-----------+
 | nome | descricao |
 +----------+-----------+
 | Leonardo | MySQL |
 +----------+-----------+
 1 row in set (0,00 sec)

obs: para sair digite: exit;

Instalando o apache:

1: Vamos precisar rodar esse comando para permitir adicionar o repostório do apache2:

sudo apt install software-properties-common gdebi -y

2: Depois, atualize:

sudo apt-get update

3: Adicione o repositório do apache2:

sudo add-apt-repository -y ppa:ondrej/apache2 && sudo apt-get update

4: Instalando o apache2:

sudo apt-get install apache2

5: Abra o navegador e digit: localhost
O resultado deve ser a pagina do Apache.

apachehome

Apache2

PHP 7

1: Adicionando o repositório do PHP 7:

sudo add-apt-repository -y ppa:ondrej/php && sudo apt-get update

2: Instalando o PHP e alguns dos seus complementos:

sudo apt-get install libapache2-mod-php7.0 php7.0-mysql php7.0-curl php7.0-json php-memcached php7.0-dev php7.0-mcrypt

3: Redirecionar o apache para outra pasta, editando o arquivo 000-default.conf que esta dentro do /etc/apache2/sites-available:

sudo gedit /etc/apache2/sites-available/000-default.conf

Troque o: DocumentRoot /var/www/html para o diretório do que contem seus projetos. No meu caso é ficou assim DocumentRoot /home/eek/www
Edite o apache2.conf:

sudo gedit /etc/apache2/apache2.conf

Troque o: <Directory /var/www/> para <Directory /home/eek/www/>

Reinicie o apache:

sudo /etc/init.d/apache2 restart

E teste novamente!

Se apresentou algum problema, comente aqui! 😉

Instalando Apache, MySql e PHP no Ubuntu

Boa novas programadores!

Você ja pensou em montar um ambiente de trabalho perfeito, onde você consiga reuniar tudo que existe de melhor voltado para produção (ou estudo) de sistemas on-line?! Vou mostrar o meu ponto de vista.

Boa parte dos Programadores que trabalham com tecnologias free, ainda preferem utilizar e produzir seus projetos em sistemas pagos.

E a pergunta que me surge sem fazer muita força é: – Qual o motivo de usar essas tecnologias free em um sistema pago? – Muitos irão dizer que é questão de costume! Mas, se perguntar novamente se o sistema proprietario foi pago, a resposta em sua grande maioria vai ser: “Não!”

É complicado realmente ver que ainda estamos presos em um pensamento tão restrito, onde repetimos atitudes passada de geração em geração, e em sua grande maioria não damos a menor importancia em mudar!

Pensando em oferecer uma alternativa, resolvi mostrar como é simples utilizar um ambiente totalmente 0800 (free, opensource, de graça, etc), para produção ou estudo integrado com as melhores ferramentas do mercado: Servidor Apache, banco de dados Mysql e Linguagem PHP. Tudo isso rodando em uma distribuição Ubuntu 9.10. Mãos a obra!

synaptic

Vamos usar o Gerenciador de pacotes Synapcti para instalar essas ferramentas.

Va até o menu Sistema -> Administração -> Gerenciador de pacotes Synapcti(Lembrando que para abrir o Synapcti vai ser necessário estar informar a senha do administrador).

 

Em busca rápida, vamos digitar primeiro Apache2 e marcar: apache2.2-common, apache2, apache2.2-bin, libapache2-mod-php5, apache2-utils e apache2-mpm-prefork.

Agora vamos efetuar a pesquisa por PHP5 e marcar: php5, php5-common, php5-curl, php5-xsl, php5-gd, php5-pgsql, php5-odbc, php5-cli, php5-sqlite, php5-mysql, php5-mcrypt, php-doc, php5-xdebug e php-sqlite.

Por ultimo vamos buscar o MySql: mysql-client-5.1, phpmyadmin, mysql-server, libdbd-mysql-perl, mysql-common, mysql-client, mysql-admin, mysql-server-5.1, mysql-server-core-5.1, libqt4-sql-mysql, mysql-gui-tools-common, libmysqlclient15off, libmysqlclient16.

Nota: Alguns pacotes que forem marcados, ja irão selecionar a maioria dos restantes. Eu passei todos os nomes que utilizei para que você possa conferir.

Agora basta clicar em Aplicar e confirmar o download e instalação dos pacotes.

Após baixar e iniciar a instalação isso pode demorar um pouco. Em especifico, quando chegar na instalação do MySql, vai ser necessário informar a senha para o usuário root.

Finalizando todas as instalações, vamos testar se esta tudo ok.

Primeiro abra o navegador e digite http://localhost

Caso apareça uma mensagem It works!. Parabéns, o seu Apache+PHP 5 esta funcionando corretamente.

Vamos testar agora o MySql. Para isso, digite no navegador:

phpmyadmin

http://localhost/phpmyadmin

Se abri uma tela de login pedindo usuário e senha igual a essa:

Informando o usuario (root) e senha (a que você definiu na instalação do MySql, lembra?!) você tem acesso a um poderoso programa de gerenciamento do banco de dados MySql, possibilitando criar bancos, tabelas e tudo que se tem direito!

Pronto! Poderiamos parar por aqui, mas a dica que vou dar agora foi uma ideia que tive para não ficar esbarrando toda hora nas permissões de escrita e leitura do linux. Eu resolvi trocar o diretorio default de leitura dos dos arquivos do apache, que é geralmente em/var/www para uma diretorio dentro da minha pasta de usuario (no meu caso, criei um diretorio www). Para isso use o atalho Alt+F2 para Executar aplicativo e digite/etc/apache2/sites-enabled

Abra o arquivo 000-default. Ele contem as informações que dizem ao apache onde estão os arquivos para processar.

Onde esta DocumentRoot /var/www troque por DocumentRoot /home/eek/www

Onde estaDirectory /var/www/> troque por Directory /home/eek/www/>

Obs.: eek deve ser substituido pelo nome de sua pasta pessoal.

Para que possamos testar se esta alteração esta certa, temos que reiniciar o nosso servidor apache. Isso pode ser feito utilizando os seguinte comandos no terminal (Aplicativos -> Acessórios -> Terminal): sudo apache2ctl restart.

Agora abra o diretorio que você criou (no meu caso o www dentro de minha pasta pessoal) e crie um novo arquivo com a extensão index.php

Dentro desse arquivo coloque o seguinte codigo:

?php phpinfo(); ?>

Agora abra o seu navegador e digite http://localhost/index.php

Se aparecer essa tela:

php_ini

 

Quer dizer que seu Lamp (Linux, Apache, MySql e PHP) esta funcionando corretamente.

Fique a vontade para testar, mudar, criar e usar. Invente novas tecnicas e comece a se familiarizar com os processos.

Em um próximo artigo estarei mostrando algumas IDEs para facilitar sua vida no desenvolvimento!

Grande abraço!